O Douro é um dos 200 candidatos no concurso mundial das Sete Novas Maravilhas da Natureza

O Douro é um dos 200 candidatos no concurso mundial das Sete Novas Maravilhas da Natureza

Já começou votação a Maravilha da Natureza que poderá consagrar território em 2010

 O Douro é um dos 200 candidatos no concurso mundial das Sete Novas Maravilhas da Natureza, cuja votação começou oficialmente nos primeiros dias de 2008 e termina no Verão de 2010 nos Emirados Árabes Unidos.

 
 

A Associação de Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR) apresento no Peso da Régua, a campanha do Douro a "Maravilha da Natureza" que tem como objectivo atingir, até ao fim do ano, "um milhão de votos" que permitirão passar à segunda fase do concurso.

A ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, deveria ter-se juntado à iniciativa, tendo cancelado a sua participação devido à exoneração do cargo anunciada hoje.

Para a substituir, José Sócrates indicou José António Pinto Ribeiro.

O presidente da AETUR, Carlos Sousa, referiu que o "patamar mínimo de um milhão de votos" permitirá ao Douro entrar no lote dos 21 candidatos que continuarão a sua "maratona" até ao Verão de 2010 nos Emirados Árabes Unidos.

Segundo o responsável, vai ser elaborado um plano de acção que decorrerá até ao final do ano, quer a nível nacional quer internacional.

"Esta candidatura é dos residentes, é de todos os portugueses espalhados por todo o mundo e, é ainda, de todos aqueles que sendo de outros países se deixaram tocar por tudo aquilo que aqui temos e que, lembrando Torga, diria único e maravilhoso", salientou Carlos Sousa.

Este concurso foi lançado pela "New Seven Wonders Foundation", depois da eleição das Novas 7 Maravilhas do Mundo.

Após as classificações de Património Mundial da UNESCO para o Alto Douro Vinhateiro e a arte rupestre do Vale do Côa, a candidatura a Maravilha da Natureza fortalecerá ainda mais a região e irá promovê-la globalmente.

E o grande objectivo, segundo Carlos Sousa, é mesmo reforçar internacionalmente a imagem do Douro e relançar a primeira região demarcada de vinho do mundo.

O Douro rio, o Douro socalcos e vinhas, as suas orlas pintadas de oliveiras, amendoeiras, laranjeiras ou cerejeiras, que constitui uma gigantesca obra conjugada da natureza e do homem.

Pretende-se ainda proteger das "tentativas de apropriação" da marca Douro, colocar o território nas agendas e roteiros mundiais associando o destino turístico com uma oferta única de charme e gerar mudança positiva na mentalidade e na forma de olhar o futuro, com mais auto-estima, mais ambição e maior confiança.

Para além do Douro, Portugal apresentou apenas mais uma candidatura, a da "Reserva das Selvagens", um pequeno arquipélago português, constituído por duas ilhas principais e várias ilhotas, que pertence à Região Autónoma da Madeira e se situa a 250 quilómetros ao sul da cidade do Funchal.

Ao nível da Europa foram apresentadas mais de três dezenas de candidaturas, entre as quais recantos naturais como o Parque Nacional da Serra Nevada, na Espanha, o Vulcão Etna, na Itália, o lago Loch Ness, na Inglaterra, o glaciar Aletsch, na Suíça, ou o Giant`s Causeway, na Irlanda, entre muitos outros.

O Pantanal, o Pão de Açúcar, as ilhas Galápagos, a queda de água de Angel Falls, o Grand Canyon, o rio Mississípi, o Monte Everest, a ilha de Bora Bora, o Parque Nacional do Serengeti e o vulcão do Monte Kilimanjaro, são apenas mais algumas das candidaturas que já foram apresentadas e que esperam conseguir o título de Maravilha da Natureza.

A votação pode ser feita através do endereço electrónico www.new7wonders.com.

 

Lusa

Procurar no site

Contacto

RÁDIO SANTA MARTA 97.9 Fm Rádio Santa Marta
Cever
5030-000 Santa Marta de Penaguião
Portugal
254 820 000 Geral
254 820 007 Estúdios
254 820 009 Fax